Articles

As Escalas Menores: Natural, Harmónica e Melódica

Quando se aprende teoria e escalas musicais, a primeira que a maioria das pessoas aprende é uma escala maior, mas são apenas um tipo de muitas escalas musicais diferentes. Cada escala usa uma fórmula diferente de intervalos e tem um som e uma sensação completamente diferentes. Algumas soam felizes, outras soam misteriosas e outras soam tristes ou melancólicas.

Neste post eu estarei cobrindo tudo que você precisa saber sobre escalas menores incluindo os diferentes tipos e como nós os formamos.

Tabela de Conteúdos

O que é uma escala menor?

Tendemos a dizer que as escalas maiores têm um som ‘mais alegre’ e ‘alegre’, enquanto as escalas menores têm um som ‘mais escuro’ e ‘mais triste’.

As escalas menores têm uma fórmula diferente de tons e semitons (passos inteiros e meio passos) para as escalas maiores.

A principal diferença é que todas as escalas menores têm a terceira nota da escala ‘achatada’.

Por ‘achatado’, quero dizer que a terceira nota é baixada por um semitom ou meio-passo.

Baixo de estudo escreveu um bom post indo para mais detalhes sobre a diferença entre maior e menor que você pode ler aqui.

Os Três Tipos de Escalas Menores

Não parecidas com as escalas maiores, onde há apenas um tipo a saber, as escalas menores têm três variações.

Os três tipos de escalas menores que vamos ver são:

  • A escala menor natural
  • A escala menor harmónica
  • A escala menor melódica

Todas estas três escalas menores começam a mesma mas têm algumas ligeiras diferenças depois disso.

Nota lateral: As escalas menores melódicas e harmónicas não têm nada a ver com intervalos melódicos e harmónicos. Elas são coisas completamente diferentes, mas usamos a mesma palavra.

A escala menor natural

A primeira escala menor que vamos ver é a escala menor natural.

Uma escala menor natural usa esta fórmula de tons e semitons (passos inteiros e meios passos).

T – S – T – T – T – S – T – T

Or em passos inteiros e meios passos seria:

W – H – W – W – W – H – W – W – W

Se quiséssemos tocar uma escala menor natural a partir da nota A usando esta ordem de tons e semitons funcionaria como usando todas as notas brancas no teclado (o mesmo que o Dó maior).

Uma escala menor natural
Uma escala menor natural ascendente
Uma escala menor natural descendente

Podemos usar esta combinação de semitons e tons para formar uma escala menor natural a partir de qualquer nota.

>

Por exemplo aqui é uma escala menor natural começando em D:

D escala menor natural

Or aqui é outra escala menor natural desta vez começando em E:

E escala menor natural
>

>

A escala menor natural também é conhecida como o modo Eólica.

Aqui está o nosso guia de modos musicais explicando-os com um pouco mais de detalhe.

A escala menor harmónica

O segundo tipo de escala menor que vamos ver é a escala menor harmónica

Os menores harmónicos usam esta combinação de tons e semitons:

T – S – T – T – S – T1⁄2 – S

Or em passos inteiros e meios passos seria:

W – H – W – W – H – W1⁄2 – H

Nota que os menores harmónicos têm um intervalo que é um tom e meio ou três semitons.

>

Então usando esta ordem de tons e semitons podemos construir uma escala menor harmónica a partir da nota A:

Uma escala menor harmónica
Uma escala menor harmónica ascendente
Uma escala menor harmónica descendente

Como se pode ver o menor harmónico é muito semelhante ao menor natural.

A única diferença é que o 7º grau da escala é um semitom mais alto.

Em um menor natural é um G natural mas no menor harmónico é um G#.

Calcando este padrão de semitons e tons podemos então trabalhar uma escala menor harmónica começando em qualquer nota.

Por exemplo aqui está a escala menor harmónica de D:

D escala menor harmónica

E aqui está a escala menor harmónica de E:

E escala menor harmónica

A escala menor melódica

Agora no terceiro tipo de escala menor que é a menor melódica.

As escalas menores melódicas são bastante diferentes das menores naturais e harmônicas, pois utilizam notas diferentes quando ascendem (subindo) e descem (descendo).

Ascendentes menores melódicos usam esta combinação de tons e semitons:

T – S – T – T – T – T – T – S

Or em passos inteiros e meios passos:

W – H – W – W – W – W – W – H

Mas na descida eles usam esta combinação (de cima para baixo):

T – T – S – T – T – S – T

Or em passos inteiros e meios passos

W – W – W – H – W – W – H – W

Uma escala menor melódica

Escala menor melódica ascendente

Vejamos Uma escala menor melódica ascendente:

Uma escala menor melódica ascendente

Aqui você pode ver que é semelhante ao menor natural, mas tem a 6ª e 7ª notas da escala levantada por um semitom.

Outra forma que eu gosto de pensar em menores melódicos ascendentes é que eles são iguais à escala maior, mas com um terço achatado.

Por exemplo, Uma escala maior tem um C#, essa é a única diferença:

Uma escala maior

Escalas menores melódicas descendentes

Mas, os menores melódicos são diferentes no sentido em que não usam as mesmas notas ao descer.

>

Ao descer a 6ª e a 7ª notas são baixadas por um semitom.

Uma escala menor melódica descendente
>

Aqui você pode notar que os menores melódicos descendentes são exatamente iguais à escala menor natural.

>

Agora sabemos como formar a escala menor melódica podemos trabalhá-los a partir de qualquer nota.

Aqui está uma escala menor melódica a partir da nota D:

D escala menor melódica

Or aqui é E escala menor melódica:

E escala menor melódica

As diferenças entre os menores naturais, harmónicos e melódicos

Vamos fazer uma rápida recapitulação dos três tipos de escalas menores.

Menores naturais:

  • São os mesmos ascendentes e descendentes
  • Utilizar a fórmula T – S – T – T – S – T – T

Menores harmónicos:

  • São os mesmos ascendentes e descendentes
  • Utilizar a fórmula T – S – T – T – S – T1⁄2 – S
  • Disponibilizar uma 7ª nota em relevo

Melodic minors:

  • são diferentes ascendentes e descendentes
  • ascendentes usam este padrão: T – S – T – T – T – T – T – S
  • descendente eles usam este padrão: T – T – S – T – S – T – S – T
  • >

  • aumentado 6ª e 7ª notas ascendentes (como a escala maior)
  • achatado 6ª e 7ª notas descendentes (como a escala menor natural)

mas lembre-se, as três escalas menores SEMPRE têm uma 3ª nota achatada.

Por isso, quero dizer que é um semitom mais baixo que a escala maior.

É o que faz delas uma escala menor em vez de uma maior.

Soma das escalas menores

Ainda, espero que isso ajude a dar sentido às escalas menores e às diferenças entre elas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.